Quinto Registro de Imóveis de São Paulo

Informação e prestação de serviços

Processo 100.10.007465-0

Processo 100.10.007465-0 – Pedido de Providências

Interessado: Vera Lúcia Conceição Vassouras

Ementa: Cancelamento administrativo de registro. Cancelamento administrativo de registro lavrado com base em determinação judicial.

Cancelamento de registro – averbação. Execução – fraude.

EMENTA NÃO OFICIAL. Atos de averbação praticados por determinação exarada em processo judicial contencioso. Fraude à execução. Decisões judiciais cujo inconformismo deve ser impugnado pela via jurisdicional e não pela via administrativa.

Sérgio Jacomino, 5º Oficial de Registro de Imóveis da Capital de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, atendendo à R. determinação de fls. 2 dos autos, presta respeitosamente as seguintes informações.

A situação jurídica da matrícula 6.968

A interessada requerer o “cancelamento da averbação de registro de venda e compra”, ou, alternativamente, e negativa de prática de qualquer ato registral que implique admiti-la como proprietária do imóvel da Matrícula 6.968, deste Registro.

A situação jurídica da referida matrícula é a seguinte:

Pelo R. 10/6.968, Vera Lúcia Conceição Vassouras alienou o imóvel a José Carlos Alves. A escritura de compra e venda foi lavrada em 13 de agosto de 2007 e registrada a 27 de agosto do mesmo ano.

Posteriomente, em 11 de setembro de 2008 (protocolo 215.077), este Registro recebeu o R. mandado de cancelamento “de penhora” [sic] determinando, expressamente, o cancelamento do R. 10 referido. O título judicial foi examinado, originando a nota devolutiva que se vê a seguir, doc. # 1.

Ato contínuo, a ordem foi reiterada pelo R. Juízo da 2ª Vara Cível da Capital e pela av. 11, procedeu-se ao cancelamento do R. 10 de alienação do imóvel da matrícula em pauta (doc. # 2). Por fim, o registro acolheu a penhora objeto da av. 12, tudo conforme comprova a certidão anexa (doc. #3).

A situação jurídica da matrícula pode ser resumida da seguinte forma: imóvel registrado em nome de Vera Lúcia Conceição Vassouras onerado com a constrição judicial (penhora) devidamente averbada.

A questão posta em debate

A interessada pretende repristinar, administrativamente, o R. 10 de alienação do imóvel a José Carlos Alves.

Todavia, a prática de tal ato, na via administrativa, encontra o óbice, a meu ver intransponível, da existência de ordem judicial hígida, averbada e robustecida com a nota preclusiva – já que, conforme aditamento ao R. mandado de cancelamento, ficou consignada “a inexistência de recurso pendente em relação ao despacho que determinou o cancelamento da venda” (doc. #2).

As providências administrativas rogadas pela interessada deverão repercutir em outras esferas administrativas e jurisdicionais, que não as estritamente registrárias.

Essas são as informações que presto a Vossa Excelência – o que sempre fazemos com o devido respeito e devido acatamento.

São Paulo, 24 de março de 2010.

Sérgio Jacomino

5º Oficial de Registro de Imóveis de São Paulo.

%d blogueiros gostam disto: